Dica, Do meu Coração para o seu

LIVRO ” O AR QUE ELE RESPIRA” – RESENHA

24 de novembro de 2016
ar-q-ele-respira

O que você faria se perdesse o amor da sua vida? Não por alguns dias ou meses. Mas para a eternidade? E como se não bastasse fosse junto para sempre um filho, uma criança cheia de vida?
Hoje vou falar de um livro muito especial que se chama “O AR QUE ELE RESPIRA” da autora BRITTAINY C. CHERRY que brilhantemente conseguiu fazer de um assunto tão triste e delicado se tornar cheio de vida, amor e esperança para dois personagens devastados pela morte de seus entes queridos.
De um lado temos Tristan Cole que está a um passo de realizar um grande sonho junto com seu pai quando o avião finalmente pousa para fazer a próxima conexão. Nesse intervalo, ao ligarem seus celulares, ficam surpresos com as inúmeras ligações e mensagens de sua mãe desesperada tentando entrar em contato, e logo se dão conta de que algo muito grave aconteceu com sua esposa e filho. E do outro, temos Elizabeth que tenta seguir em frente após a morte do marido e que deixa uma linda filhinha que se chama Emma, sendo ela o seu maior consolo de todos os dias. É nela que Liz consegue enxergar a força para superar o vazio que a corrompe. Após a tragédia ela vai morar com a mãe para tentar se recompor, e depois de um ano da morte de Steven, decide que é hora de ir embora e refazer sua vida no lar que deixou para trás com tantas lembranças de um passado que há muito foi enterrado.
Para Cole, tudo parece acontecer num piscar de olhos. Num instante estava junto da sua família, amando-os, admirando o filho crescer, fazendo planos com a esposa. No outro, eles simplesmente não existem mais. Um acidente fatal destrói a sua família levando embora para sempre Jamie, a mulher por quem era apaixonado, e o seu filho Charlie, uma criança inteligente e adorável. Ele que tinha uma família por quem tanto se dedicava de repente se torna um homem solitário. A sua alma morre com eles.
Desolado, sem conseguir digerir o que aconteceu mesmo após um ano, ele resolve se afastar e morar num lugar distante de seus pais. Mas o que não imaginava era que lá se tornaria o seu porto seguro, trazendo de volta um pouco de alegria. E é aqui onde se encontra o coração da história. O destino faz a vida de Tristan e Liz se cruzarem.
Ao voltar para casa com sua filha, Elizabeth se depara com um novo vizinho nada sociável, e logo descobre que a pequena cidade por medo o apelidou de “monstro”. No entanto, atrás daquela barba a fazer, Lizzie com o tempo enxerga o que ninguém é capaz de ver: um homem bom, bonito, com um coração amável e, que como ela, só precisa de um pouco de ajuda.
Ao se aproximarem, dividem as dores, angústias, tristezas e lembranças de seus falecidos. Um se torna a força do outro, a válvula de escape para os dias ruins, até enfim perceberem que aquilo que acharam que nunca mais sentiriam na vida bate a porta deles de forma avassaladora e o amor vence toda a escuridão que por meses insistiu em marcar suas vidas. Todavia, nem tudo se torna um mar de rosas. Juntos e apaixonados eles precisam enfrentar um grande obstáculo que persiste em desuni-los.
Esse livro traz uma mensagem sensacional de esperança e fé na vida. Ensina que não há dor no mundo, machucados na alma, que não podem ser curados pelo amor. E que ele sempre vencerá. Não importa se hoje ou amanhã. Mas a sua batalha é certa para aquele que o nutre em seu coração. “O ar que ele respira”, como o próprio nome diz, traz à tona aos personagens e ao leitor a importância de seguir em frente, de continuar respirando por nós mesmos, por aqueles que partiram e, principalmente, por aqueles que ainda estão aqui. Ensina que o amor é a maior e melhor solução possível para todos os nossos problemas e que a vida pode não existir amanhã. Mas ainda assim o amor permanece e com ele devemos seguir.

Nos vemos na próxima!
Um beijo! Com amor, Rapha.rapha

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Seja a Primeira a Comentar!